10 dicas para você tirar fotos do seu pet

Pet blogueiro? Simmm! Ganhando cada vez mais força os perfis de pet, o futuro dos papais e mamães de filhos de quatro patas é na internet! O seu ainda não está? Confira agora mesmo 10 dicas que separamos para você começar a tirar fotos profissionais do seu pet sem sair de casa. 

Muito provavelmente você segue ou acompanha algum perfil pet nas redes sociais, não é mesmo? Se tornando uma grande tendência de um tempo para cá, diversos bichinhos vêm encantando uma legião de fãs por suas poses mega fofas e descoladas. 

Na grande maioria das vezes, a fama dessas fofurinhas acontece sem querer. Por apresentarem aspectos engraçados, dignos de serem compartilhados com os amigos próximos, os papais e mamães de pets passam a divulgar seus bichinhos nas redes. Conforme as fotografias começam a utilizar técnicas mais específicas, pessoas desconhecidas se tornam fãs e aí é só sucesso. 

Pensando nesse fenômeno da atualidade, que tal fazer a beleza do seu amiguinho bombar na internet também? Hoje trouxemos 10 truques para você tirar fotos mara-vi-lhosas e se divertir ainda mais nas férias! Confira: 

Puppy Cute GIF - Puppy Cute Grass GIFs

Tenha paciência

O primeiro passo para tirar fotos do seu pet é entender que essa prática deve ser divertida e confortável tanto a você, quanto ao bichinho. Ou seja, não dá para se irritar ou forçar uma situação que talvez ele não queira. Diante disso, a dica que podemos te dar antes mesmo de começar a se dedicar a tirar fotos do seu pet, é internalizar a ideia de que o seu tempo não é o mesmo que o dele e que por isso, você precisa se manter calma, paciente e acolhedora.  

Planeje a sessão

Você pode até acordar e dizer: “acho que vou tirar umas fotos do meu fofineo”. Entretanto, a qualidade desse material e a disposição do animalzinho não serão das melhores. Isso porque fotografar pets é um grande desafio e requer cuidados. Por isso, sempre planeje os detalhes: qual será o cenário, a proposta, as referências, tudo! O planejamento sempre é a melhor opção. 

Escolha o melhor horário

Nós já sabemos que nossos fofineos possuem o tempo deles e que não podemos influencia-los nesse aspecto. Sendo assim, conhecer a rotina e perceber como o humor e o comportamento de cada um evolui durante o dia, torna-se uma ótima estratégia para tirar as melhores fotos do seu pet. Por exemplo: seu doguinho é muito agitado? Fotografe-o depois de voltar de uma caminhada matinal. Seu gatinho é extremamente preguiçoso? Espere a sua soneca. 

Sleepy Puppy GIF - Sleepy Puppy Couch GIFs

Avalie a luminosidade

Nessa questão do horário, é muito importante que você também fique atento aos melhores momentos para fotografar fora de casa, devido a luminosidade do dia. Os melhores horários são antes do pôr do sol até as 09h30 e das 16h30 às 18h30, pois é quando o sol emite luz dourada. Evite ao máximo o meio-dia, porque a posição solar faz com que a luz achate os objetos, animais e pessoas. No início, lembre-se de tirar fotos do seu pet com uma certa distância e se aproximar aos poucos, para ele se acostumar com os sons e as luzes.

Escolha o melhor lugar 

Comece a fotografar seu bichinho em locais que já sejam do convívio dele. Isso o faz se sentir mais confortável e animado para a sessão de fotos e também menos distraídos com novos cheiros, paisagens, sons, entre outros elementos.  

 Pense no cenário

Criatividade é tudo, então não a economize na hora de montar um cenário, caso seja do seu interesse apostar nessa proposta – lembra-se que cenário não é necessariamente obrigatório, há diversas fotos de pets simples nesse aspecto e de grande sucesso. Caso você queira criar um ambiente mais descontraído, ou com um tema especifico, procure referências na internet para se basear (não copiar, ok?). 

Dog Dogs GIF - Dog Dogs Puppies GIFs

Lide com a curiosidade 

Ter um objeto estranho apontado para o seu focinho, não é algo “normal”! As câmeras e os demais equipamentos fotográficos causam muuuita curiosidade ao bichinho. No início você terá que lidar com essa situação, portanto segure o aparelho na mão enquanto acaricia ou brinca com o pet, deixando que ele cheire e analise o quanto quiser. Dessa forma, futuramente, ele estabelecerá uma relação de proximidade com as lentes. 

Escolha a pose  

Uma boa foto de pet deve parecer o mais natural possível. Descubra qual é a posição mais confortável e o lado mais fotogênico do seu fofineo, muitos tendem a saírem melhores deitados no sofá, outros em pé, faça testes e descubra o seu. Dica extra: quanto menor o espaço, mais fácil seu bichinho ficar na posição que você deseja. Por isso, coloque em um lugar que de alguma forma o limite. Em relação a fazer ele olhar para câmera, aposte em barulhos familiares, mas não exagere para não o estressar. 

Chill Bro GIF - Chill Bro Sorry GIFs

Atenção ao ângulo

 O ângulo é algo muito importante em uma fotografia, pois é ele o fator responsável por criar uma “realidade” a foto. Com ele é possível deixar o fofinho ainda mais fofo, fazer com que ele fique mais engraçadinho, entre outras coisas. Aproveite o que um ângulo diferente pode agregar a sua foto e brinque com as diversas realidades que você pode criar. 

 Peça ajuda 

Com uma ajudinha a mais, as fotos do seu pet podem ficar ainda melhores. Por isso, convoca a família e se divirtam juntos, sempre respeitando o bichinho, tá? Lembrem que ele é uma vidinha muito especial e não um boneco qualquer.

Hug Love GIF - Hug Love Dog GIFs

Essas foram as principais dicas para você que, não tem muito contato com a fotografia, mas adoraria se arriscar em algo novo com seu pet. Dica extra? Para que a diversão não tenha fim e as fotos do pet fiquem ainda melhores, sempre mantenha o bichinho saudável e em segurança.  

A melhor forma de garantir isso é investindo em uma Assistência Pet! Com ela, as emergências do seu fofinho são reembolsadas. Quer saber mais sobre o assunto? Temos um conteúdo bem explicativo aqui no blog para você tirar todas as suas dúvidas. 

Até a próxima, Aulovers e Miaufriends! 🐶💜🐱

Você também pode gostar

Rolar para cima